AMAZONINO MENDES

Amazonino Armando Mendes nasceu em Eirunepé (AM), em 16 de novembro de 1939, filho de Armando de Sousa Mendes e de Francisca Gomes Mendes. Iniciou os estudos em sua cidade natal, tendo sido aluno do Colégio Dom Bosco, em Manaus, e do Seminário do Espírito Santo, em Tefé (AM). Formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade do Amazonas em 1969.

Iniciou sua carreira política em abril de 1983, ao ser nomeado prefeito de Manaus pelo governador Gilberto Mestrinho. Em seu mandato, deu especial atenção à urbanização dos bairros periféricos.

Em 1994, Amazonino foi eleito governador do Amazonas já no primeiro turno, sendo reeleito em 1998. Em seu governo, criou o polo graneleiro de Itacoatiara (AM) e a Companhia de Gás do Amazonas (Cigás). Implantou o programa denominado Terceiro Ciclo, destinado a promover o desenvolvimento do interior do estado através da produção de grãos.

Mantendo as contas do governo sob controle, Amazonino fundou a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), construiu 484 escolas em todo o estado e revolucionou a saúde: 173 pontos de atendimento na Capital e no interior foram criados, quase 80% do total existente até então, entre inúmeras outras realizações.

Prefeito de Manaus de 2009 a 2012, Amazonino entregou mais de 600 salas de aula, modernizou o sistema de ensino e valorizou professores. Foi o criador do Bolsa Universidade, do Leite do Meu Filho, além de expandir o atendimento às mulheres de Manaus com as Carretas da Saúde.

Nenhum governante fez tanto pelo Amazonas quanto Amazonino Mendes.

VIDA POLÍTICA:

 

PREFEITO DE MANAUS: 1983-1986 / 1993-1994 / 2009-2012

GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS: 1987-1990 / 1995-2002

SENADOR DA REPÚBLICA: 1991-1992